Sexta, 19 de Julho de 2019
(67) 9 8425-6032

8 ÓBITOS CONFIRMADOS
Mortes causadas por gripe em 2019 já é maior que o registrado em 2018
11 JUL 2019
Por Dourados Urgente
07:38

Em Dourados, segundo o boletim epidemiológico da SES, houve um caso de H1N1 e três de Influenza A não subtipado - Foto: Divulgação
O inverno começou há menos de um mês e infelizmente, Mato Grosso do Sul já registrou e confirmou, 38 óbitos causados pela Influenza. De acordo com os dados da SES (Secretaria de Estado de Saúde), o número de mortes este ano é bem maior se comparado com 2018. Além disso, coloca 2019 como o segundo ano com mais falecimentos provocados pela doença desde 2009, quando o Brasil registrou o primeiro caso de H1N1.

Em Dourados, segundo o boletim epidemiológico da SES, houve um caso de H1N1 e três de Influenza A não subtipado. No município não ocorreu óbito por conta da gripe. 

Voltando a nível de Estado, em uma semana, oito casos foram confirmados, elevando para 38 as mortes. O número apresentado perde apenas para o período de janeiro a dezembro de 2016, quando ocorreram 103 óbitos em decorrência do vírus.

Região 

Os novos registros ocasionados pela doença são em Campo Grande, Ponta Porã, e Sidrolândia. A capital totaliza até o momento, 14 óbitos, seguido por Três Lagoas com seis. 

Corumbá, Ponta Porã e Aquidauana têm três cada, enquanto Rio Verde do Mato Grosso apresentou dois óbitos.

As cidades de Inocência, Porto Murtinho, Mundo Novo, Água Clara, Naviraí, Bonito e Sidrolândia, registraram uma morte cada. 

O Dourados Urgente destaca que o vírus H1N1 é o maior responsável pelas vítimas fatais, 35 no total.