Quarta, 26 de Junho de 2019
(67) 9 8425-6032

IMPASSE
Reitora temporária assume função na UFGD após determinação do MEC
A medida é para aguardar uma nova decisão da justiça sobre a lista tríplice que foi contestada pelo Ministério Público Federal.
12 JUN 2019
05:40

Foto:

O Ministério da Educação determinou que a pedagoga Mirlene Ferreira Macedo Damázio seja a Reitora temporária da Universidade Federal da Grande Dourados até que haja uma nova decisão da justiça sobre a lista tríplice da consulta prévia, realizada no mês de março. A publicação foi feita nesta terça-feira (11) em Diário Oficial na edição 111, seção 2 na página 27. 


O Reitor eleito pela comunidade acadêmica, Etienne Biasotto, foi incluído na lista enviada ao MEC com outros dois nomes que não faziam parte das chapas concorrentes. Isso porque houve um acordo antes da eleição de que ficariam de fora caso perdessem. Desde então, a universidade se defende das acusações de irregularidade e diz que tudo foi feito conforme a legislação.      


Para o Ministério Público Federal a conduta dos professores foi antiética e desrespeitou o princípio de representatividade de uma consulta prévia, por isso recorreu em segunda instância após a chapa vencedora reverter na justiça uma liminar com pedido de anulação. 


Por telefone, Etienne informou ao Portal da Cidade que a UFGD já se manifestou juridicamente e que aguarda julgamento. Disse ainda que este processo só será resolvido após o desembargador ouvir todas as partes envolvidas.

Lembrando que mesmo com a consulta prévia, quem define o Reitor ou Reitora de uma Universidade Federal é o presidente da República, com base nas sugestões encaminhadas pelo Colégio Eleitoral de cada instituição.