Terça , 22 de Outubro de 2019
(67) 9 8466-5449

MATO GROSSO DO SUL
Homem levava 1.121 kg de maconha para pagar dívida com facção carioca
Homem levava 1.121 kg de maconha para pagar dívida com facção carioca
16 SET 2019
Por Campo Grande News
09:38

Foto: Divulgação
Luan Rodrigues Honorato de Araujo, 25, morador em Cuiabá (MT), foi preso por volta de 22h de ontem (15) com 1.121 quilos de maconha na BR-463, em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. Ele alegou que aceitou fazer o tráfico para pagar dívida de R$ 10 mil com a facção carioca Comando Vermelho. A conta é por causa do vício de Luan em pasta-base de cocaína.

Ele foi preso por policiais rodoviários federais que tentaram abordar, no Posto Capey, a Hyundai Santa Fé preta, com placa aparente NRJ-1669, de Campo Grande. Viajando na companhia de um adolescente de 16 anos, filho da mulher dele, Luan não obedeceu a ordem de parada e fugiu em alta velocidade. Depois de perseguição por três quilômetros, os dois traficantes foram cercados e presos.

Quando se aproximara do carro os policiais sentiram o forte cheiro de maconha. Ao abrirem o porta-malas, encontraram 941 tabletes da droga, pesando 1.121 quilos.

Os dois afirmaram que vieram da capital mato-grossense de ônibus na sexta-feira (13) e se hospedaram em um hotel em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã. Na noite de ontem, receberam o carro já carregado com a maconha e R$ 1.200 para as despesas de viagem.

Luan disse que se chegasse a Cuiabá com a droga, quitaria a dívida com a facção carioca, que rivaliza com o PCC (Primeiro Comando da Capital) na disputa pelo controle do tráfico de drogas na fronteira.

O adolescente disse que receberia R$ 2 mil para acompanhar o padrasto. Ele usava o documento do irmão, que está preso. A Hyundai Santa Fé tinha placa de Fortaleza (CE) e havia sido roubada. Os dois foram levados com a droga para a Polícia Civil em Ponta Porã.