Quarta, 26 de Junho de 2019
(67) 9 8425-6032

ECONOMIA
Cotação da soja recua no mercado refletindo a desvalorização do dólar frente ao real
12 JUN 2019
Por G1MS
10:20

Foto: G1MS
No primeiro terço de junho a cotação média da saca de soja recuou 2,34% em Mato Grosso do Sul. O preço caiu de R$ 69,56, no dia 3 de junho (primeiro dia útil do mês) para R$ 67,94, no dia 10. Segundo circular do Sistema de Informação Geografia do Agronegócio (SIGA), a retração no mercado interno reflete a desvalorização do dólar frente ao real.

O dólar comercial que no dia 20 de maio chegou a ser negociado a R$ 4,149 fechou o dia 10 de junho cotado a R$ 3,8846.

Na comparação da cotação do primeiro decêndio de junho de 2019 com junho de 2018, quando o preço da saca atingiu a média de R$ 72,36, houve uma queda de 5,74%.

Entre as oito principais praças de comercialização do grão em Mato Grosso do Sul, a maior redução ocorreu em Campo Grande, 2,90%, onde o preço da saca chegou a cair no dia 10 para R$ 67.

No mercado externo o SIGA também apontou redução de preços no principal centro de comercialização, a bolsa de Chicago, nos Estados Unidos. Houve desvalorização nos contratos de julho (2,33%), agosto (2,31%), setembro (2,32%) e novembro (2,26%).

Segundo o SIGA, as cotações dos papéis em Chicago refletiram o avanço no plantio da soja nos Estados Unidos, que segundo o último relatório do Departamento de Agricultura norte-americano (USDA) ficou acima do esperado pelo mercado, apesar das preocupações com as adversidades climáticas no meio-oeste do país ainda persistirem.