Sábado, 24 de Agosto de 2019
(67) 9 8425-6032

HOJE COMPLETA 2 ANOS
Políticos homenageiam casal Silveira dois anos após assassinato brutal
Os dois foram vítimas de cruel assassinato em 18 de julho de 2017, pelo caseiro da chácara onde moravam e mais cinco pessoas
18 JUL 2019
Por TOP Mídia News
17:45

Foto: Reprodução/Facebook
Esta quinta-feira, 18 de julho, marca os dois anos da morte do casal Cristóvão e Fátima Silveira. Hoje, o ex-vereador faria aniversário e o casal comemoraria 37 anos de casados. Os dois foram vítimas de cruel assassinato em 18 de julho de 2017, pelo caseiro da chácara onde moravam e mais cinco pessoas.

“Faz dois anos o crime que chocou nossa cidade e demonstra como ainda estamos vulneráveis à criminalidade, em uma sociedade em que atos brutais são recompensados com penas brandas. O ex-vereador Cristovão Silveira e sua esposa Fátima foram assassinados em sua casa. A forma brutal de ambos os assassinatos nos comove e surpreende, e o fato de Fátima ter sofrido por um tempo maior ainda e atos praticados, denota a insistente e crescente violência contra a mulher”, publicou o vereador André Salineiro (PSDB).

“Que essa data nos faça refletir sobre o que podemos fazer enquanto cidadãos e/ou agentes públicos para termos uma sociedade de Paz, em que a Justiça possa inibir a criminalidade, tanto quanto o policiamento ostensivo. Que hoje a família dos nossos amigos sinta o conforto que somente Deus pode dar, bem como os familiares de todos aqueles que enfrentam situação semelhante”, completou o vereador.

Presidente da Câmara Municipal, João Rocha (PSDB), que recentemente perdeu a esposa, Rosemary Rocha, também prestou suas homenagens. “Lembro com alegria do meu colega de bancada e de seus mandatos na Câmara e também seu trabalho como Secretário de Habitação, nas quais exerceu funções da melhor maneira possível, ajudando a cidade de Campo Grande. Contudo, jamais esqueceremos a trágica morte que acometeu Silveira e sua esposa Fátima, lamentando que fatos assim ainda aconteçam em nossa sociedade. Como representantes do povo, temos como dever lutar pelo fim da violência, para que outras famílias não sofram perdas como essa”.

O crime foi lembrado ainda pelo deputado federal Fabio Trad (PSD). “A memória é o exercício afetivo das lembranças. Hoje faz dois anos que meus amigos Cristóvão Silveira e Fátima Silveira partiram para a atemporalidade etérea. Uno o meu coração ao de seus filhos Henrique e Filipi, que tanto sofreram com essa precoce e forçada despedida, na certeza de que Deus há de continuar fazendo justiça e consolando e espargindo bênçãos em nossos caminhos”, finalizou.